.
Super Cheff

10 dicas infalíveis para fazer o arroz soltinho!

Lisboa Móveis Parceiro da Rádio R desde 2008

“O arroz ficou um grude!” – é comum essa bronca na mesa… Essa é a prova irrefutável que nem todo mundo sabe mesmo fazer um arroz soltinho, delicioso, que combina magicamente com as carnes e outras porções culinárias. Mas como evitar que o arroz de todo dia fique colado, queimado ou sem gosto?

Ah, existem vários segredinhos e até truques simples, mas que arrancam elogios da família quando ele é servido fumegante à mesa. É de dar água na boca, tanto o seu visual soltinho como o seu aroma…

A Rádio R garimpou dez dicas infalíveis para seu arroz fazer o maior sucesso até mesmo entre os paladares mais exigentes.

 

Vamos chamar de DECÁLOGO DO ARROZ SOLTINHO E PERFEITO:

PRIMEIRO – O primeiro passo é lavar bastante os grãos, até a água ficar translúcida, para tirar o excesso de amido – responsável por grudar o arroz cozido. Enquanto o líquido estiver esbranquiçado, é sinal de que ainda tem amido a ser dispensado.

SEGUNDO – Seque o arroz na peneira, antes de levá-lo para a panela. Se ele ainda estiver bem úmido, refogue um pouco mais para os grãos ficarem sequinhos.

TERCEIRO – Na hora de refogar, nada de encher a panela de óleo. Um fiozinho, apenas para envolver os grãos, é suficiente.

QUARTO – É importante também que a gordura envolva todos os grãos sem encharcá-los na hora do refogado (que pode ser com cebola, alho ou o que você preferir). Quando o arroz começar a dar aquela estaladinha, é o momento de acrescentar a água.

QUINTO – A medida mais usada pelo brasileiro é duas partes de água para uma de arroz. O ideal, porém, é usar 1 ½ partes de água para uma de arroz. Os grãos vão ficar “al dente” (cozidos, porém firmes) e muito mais soltinhos.

SEXTO – A água do cozimento pode ser ou não fervente. Isso não vai fazer diferença no resultado final.

SÉTIMO– Cozinhe o arroz com a panela fechada. Tire a tampa apenas no momento em que ele for secar (quando já estiver cozido, mas restar um pouquinho de água entre os grãos).

OITAVO – Depois de o arroz ficar pronto, solte os grãos com um garfo para liberar o vapor que ficou entre eles, dentro da panela.

NONO – A panela usada não pode ser muito pequena. Lembre-se que o arroz aumenta bastante de volume – cerca de 50%.

DÉCIMO – Quem quiser manter o arroz quentinho porque os outros pratos ainda não ficaram prontos, embrulhe a panela em um jornal. Depois, é só dar mais uma mexida de leve com o garfo, para separar os grãos, e ele se manterá soltinho, soltinho.

Adicionar um Comentário

Clique aqui para postar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *