TV RÁDIO R

PROGRAMAS GRAVADOS. AGUARDE! EM BREVE, PROGRAMAÇÃO DIÁRIA!

Atualidades

Brasil tem 3 casos confirmados e 531 casos suspeitos de novo coronavírus

Lisboa Móveis Parceiro da Rádio R desde 2008

Terceira pessoa infectada pelo Sars-Cov-2 é um colombiano de 46 anos morador de São Paulo que esteve em países da Europa. Há ainda um caso que aguarda contraprova: uma adolescente de 13 anos que esteve em Portugal e na Itália.

O Ministério da Saúde divulgou nesta quarta-feira (4) o mais recente balanço sobre o novo coronavírus (Sars-Cov-2) no Brasil. Os dados principais são:

  • 3 casos confirmados
  • 1 caso aguarda contraprova
  • 531 casos suspeitos de coronavírus
  • 315 casos descartados

O mais recente caso confirmado é de um paciente de 46 anos que mora em São Paulo. Ele é um administrador de empresas, natural da Colômbia, que foi atendido em 4 de março no Hospital Albert Einstein. Ele tem histórico de viagem recente à Europa: em 9 de fevereiro, ele viajou para Espanha, depois seguiu para Itália, Áustria e Alemanha.

Caso aguarda contraprova

O Ministério da Saúde também acompanha outro caso em São Paulo: é o de uma paciente de 13 anos que viajou ao exterior, com passagem por Portugal e Itália.

A adolescente teve uma lesão durante a viagem e passou por um procedimento cirúrgico em um hospital da Itália para corrigir a ruptura de um ligamento. Ao voltar, continuou o atendimento médico no Hospital Beneficência Portuguesa, na capital paulista.

Mesmo sem apresentar sintomas, os médicos brasileiros decidiram coletar amostras para teste para coronavírus executado em um laboratório privado. O exame deu positivo e agora a contraprova será feita pelo Instituto Adolfo Lutz.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, diz que a coleta foi fora do padrão do que é praticado nas unidades de saúde pública, que têm como procedimento investigar casos com ao menos dois sintomas (febre, dificuldade respiratória e/ou tosse) em pessoas que tenham vindo de países com transmissão local.

“É um ponto fora da curva para nós. Se ela tivesse ido a uma unidade de saúde nossa e falasse ‘estou chegando de viagem’, a nossa conduta seria ‘a senhora teve febre, dor de garganta, alergia, nariz escorrendo, tem sinais? Não tem’. Então aguarde observe seus sintomas. Ela não seria um caso suspeito. Como fez particular, pagou e deu positivo, está assintomática em isolamento domiciliar.” – Mandetta

Atualmente, 31 países são monitorados: Alemanha, Argélia, Austrália, Canadá, China, Coreia do Norte, Coreia do Sul, Croácia, Dinamarca, Emirados Árabes Unidos, Equador, Espanha, Estados Unidos, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Indonésia, Irã, Israel, Itália, Japão, Líbano, Malásia, Noruega, Reino Unido, San Marino, Singapura, Suécia, Suíça, Tailândia e Vietnã.

Fonte: G1