Jeito Feminino

Oito delícias com a cara do verão que cabem na dieta

Lisboa Móveis Parceiro da Rádio R desde 2008

Elas afastam o calor e não movem os ponteiros da balança

Aproveite a temporada de verão para deixar a dieta muito mais refrescante e convidativa. Assim, você não passa vontade, come sem peso na consciência e evita que o ponteiro da balança suba. “O ideal é consumir alimentos leves e saborosos”, afirma Fulvia Hazarabedian, nutricionista da rede de academias Bio Ritmo. A seguir, você confere como tirar o melhor proveito de oito alimentos com a cara da estação quente e que podem sim entrar para a turma dos aliados da boa forma.

Gelatina

Gelatina - Foto: Getty Images
Gelatina – Foto: Getty Images

Leve, fresquinha, fácil de fazer e com diversas opções de sabores. A dica da nutricionista para deixar a sobremesa mais gostosa é adicionar pedaços de frutas. “Acrescente pedaços de maçã e abacaxi picados, antes de levar à geladeira, quando ela não estiver quente”, explica. Mas as combinações que levam leite condensado são um perigo para quem está de regime.

Frutos do mar

Frutos do mar - Foto: Getty Images
Frutos do mar – Foto: Getty Images

Verão chama um prato de petiscos à beira da praia, mas é preciso atenção ao seu preparo. A nutricionista salienta que é importante que as preparações sejam feitas com pouca gordura e que não sejam fritas. “Os frutos do mar são fontes de proteínas e de minerais, como ferro, fósforo, magnésio, iodo, selênio e zinco”, afirma. Porém, atenção à quantidade das porções. “Marisco e mexilhão estão entre os mais calóricos”, completa a nutricionista.

Suco de frutas

Suco - Foto: Getty Images
Suco – Foto: Getty Images

Quando o assunto é se refrescar, os sucos gelados e de frutas são aliados. Laranja, mamão, acerola, banana, kiwi e manga estão na lista das frutas que prometem espantar o calor durante o verão. Porém, é preciso ficar cuidado: é natural comer mais, quando a refeição é acompanhada da ingestão de líquidos. Isso porque, a bebida ajuda a dilatar o estômago, promovendo uma distensão das paredes e fazendo com que caiba mais comida. “Além disso, o consumo excessivo de líquidos durante a refeição pode diluir o suco gástrico, o que também dificulta a digestão”, afirma.

Sorvete

Picolé - Foto: Getty Images
Picolé – Foto: Getty Images

Feito à base de água, a melhor opção para quem segue uma dieta é o picolé de frutas. A variedade de sabores é bem vasta e as calorias são mais magras do que a versão à base de leite. Mas, atenção à quantidade, inclusive se o sorvete de massas for o escolhido. “A quantidade vai depender da quantidade consumida durante o dia”, afirma a nutricionista. “O ideal é não exagerar em nada”, salienta.

Água de coco

Água de coco - Foto: Getty Images
Água de coco – Foto: Getty Images

Geladinha, a água de coco é uma ótima pedida para hidratar e refrescar por possuir grandes quantidades de potássio e sódio, que evitam a desidratação e o aumento de suor. Mas, mesmo com todas as qualidades, a nutricionista afirma que a água de coco não deve substituir totalmente a água natural.

Vitamina de frutas

Vitamina - Foto: Getty Images
Vitamina – Foto: Getty Images

Em temperaturas frescas, a combinação de leite com frutas leva o calor embora, além de possibilitar diversas misturas com mamão, banana, morango e maçã. A nutricionista lembra que outra opção é misturar as frutas com leite de soja. “As vitaminas são ótimas opções para complementar o café da manhã ou o lanche da tarde”, completa.

Salada

Salada - Foto: Getty Images
Salada – Foto: Getty Images

Claro que dá para fugir da combinação tradicional que leva alface e tomate. A dica da nutricionista é apostar em todos os vegetais, mesmo os que precisam ser cozidos, como brócolis e berinjela. Já na parte dos molhos, a nutricionista sugere apostar em iogurte e até molhos como o de mostarda e o de limão. “Outra opção é montar pratos únicos, que já contenham, por exemplo, vegetais, carboidrato e proteína”, sugere a nutricionista.

Um bom exemplo é a combinação de salada de macarrão penne integral com abobrinha e tomate, além do frango desfiado. Já molhos à base de maionese, creme de leite, batata palha ou queijo parmesão ralado deixam a salada muito calórica por conta da quantidade de gordura.

Frutas

Frutas - Foto: Getty Images
Frutas – Foto: Getty Images

Aposte nas frutas in natura nesse verão. Além de saudáveis, as frutas podem ser colocadas em saladas. “Ao contrário das frutas secas, elas mantém todas as propriedades nutricionais da fruta”, comenta a nutricionista. Vale também apostar na salada de frutas. “Elas é nutritiva, saborosa, tem grande quantidade de água e baixo valor calórico”, afirma.

Eles também são aliados no verão (e do regime!)

Água - Foto: Getty Images
Água – Foto: Getty Images
  • Água: a falta dela pode causar desidratação. Muita gente também confunde a falta de água no organismo com fome, consumindo calorias desnecessárias. 

    – Legumes e verduras: ricos em fibras, vitaminas, minerais e água, esses alimentos aumentam a sensação de saciedade, estendendo o tempo até o corpo sentir fome novamente. “Além de serem pouco calóricos, de fácil digestão e de ampla variedade para consumo. Podem ser incluídos em: saladas, cozidos no vapor, em pratos únicos, acompanhados por uma fonte de proteína, misturados com arroz ou massas”, sugere a nutricionista.

Fonte: www.minhavida.com.br