.
Notícias Regionais

Rapaz envolvido na morte de bebê em Maringá é preso

Lisboa Móveis Parceiro da Rádio R desde 2008

A Polícia Civil de Campo Mourão cumpriu um mandado de prisão temporária de 30 dias contra E. de S., de 31 anos, suspeito de ter envolvimento na morte de um recém-nascido que foi encontrado morto em um terreno baldio no dia 23 de agosto no Conjunto Paulino, em Maringá.

Curta nossa página no FACEBOOK e saiba de todas notícias de Rondon e Região

O bebê foi encontrado dentro de uma sacola de lixo. O laudo do IML apontou que a criança foi morta por sufocamento provocado pela introdução de papel higiênico dentro da boca. No exame ficou comprovado também que o recém-nascido foi abandonado ainda com vida. O delegado Diego Almeida, que responde pela Delegacia de Homicídios, decretou a prisão de E. de S. após a prisão de sua esposa, C. A. G., de 49 anos, presa na cidade de Sarandi no dia 20 de outubro.

A mulher que está sendo investigada pela polícia falou em seu depoimento que seu marido, o E. de S., teria participação na morte do bebê. De acordo com o delegado, ele teria segurado no colo a criança para uma terceira pessoa introduzir o papel higiênico. Cecília é suspeita de ter negociado o bebê antes de ser morto.

Testemunhas que já foram ouvidas na D.H apontam a mulher de ter oferecido a criança por dinheiro e até mesmo em troca de aparelho celular. O delegado Diego Almeida, explicou que aguardará autorização da Vara de Execuções Penais (VEP) para transferir o preso de Campo Mourão para Maringá para ser ouvido na delegacia. Outras linhas de investigação estão sendo analisadas pela Polícia Civil.

Fonte: Andre Almenara